O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

domingo, 14 de abril de 2013

A Estrela Gêmea do Sol



A Estrela Gêmea do Sol: Tempos atrás, enquanto estudava o Zohar Sagrado, fui levado a questionar o a natureza dupla do nosso universo, uma vez que ele fora criado pela "letra beit" e portanto, tudo no nosso universo seria duplo. Perguntei-me então, sendo assim, uma vez que a maioria das estrelas da nossa galáxia são "binárias" onde estaria então a companheira gêmea do nosso sol?

Sim, nosso sol possui uma companheira gêmea aludida no verso do Gênesis "E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas (Gênesis 1:16).

וַיַּעַשׂ אֱלֹהִים, אֶת-שְׁנֵי הַמְּאֹרֹת הַגְּדֹלִים:  אֶת-הַמָּאוֹר הַגָּדֹל, לְמֶמְשֶׁלֶת הַיּוֹם, וְאֶת-הַמָּאוֹר הַקָּטֹן לְמֶמְשֶׁלֶת הַלַּיְלָה, וְאֵת הַכּוֹכָבִים.

A palavra noite (ha'laila) no verso não alude ao tempo no qual o ocaso solar acontecia, pois, somos ensinados pelo Zohar, midrash e Talmud que, antes do pecado de Adão, não havia noite, e o sol nunca se punha... Portanto, sabemos aqui que, estes dois grandes luzeiros não se referem ao sol e a lua no estado no qual ela se encontra atualmente, mas a dois sóis...

Aprendemos que, quando Adão pecou ele viu o sol se por pela primeira vez, e ficou aterrorizado com a noite.

Precisava então, encontrar uma evidência deste segundo sol nas Qituvei Ha'Qodesh (Escrituras Sagradas) e a encontrei.

Em Shofetim (Juízes) capítulo 5 verso 20 lemos: "Desde os céus pelejaram; até as estrelas desde os lugares dos seus cursos pelejaram contra Sísera (Juízes 5:20)". Expliquei anteriormente em outro artigo, que os planetas do nosso sistema solar, estavam batalhando por seus lugares (orbitas) e sobrevivência. Então, no verso 23 do mesmo capítulo lemos:

"Amaldiçoai a Meroz, diz o anjo do SENHOR, acremente amaldiçoai aos seus moradores; porquanto não vieram ao socorro do SENHOR (יְהוָה), ao socorro do SENHOR (יְהוָה) com os valorosos (Juízes 5:23)".

O Zohar revela que Meroz é uma estrela e seus moradores são os planetas que a orbitam, e também o talmud no Tratado Moed Katan diz o mesmo, que Meroz é uma estrela.

Nêmesis

Recentemente, astrônomos não ortodoxos, surpreenderam o mundo com a teoria de Nêmesis.

Nêmesis, dentro da astronomia teórica, seria uma provável estrela companheira do Sol, fazendo do Sistema Solar um sistema binário de estrelas. Ao passo de que ainda não foi observada diretamente, Nêmesis seria uma estrela escura e pequena, talvez uma anã vermelha, com uma órbita dezenas, centenas ou até milhares de vezes mais distante que a de Plutão.

Uma outra hipótese levantada a respeito de Nêmesis é que a sua órbita ao redor do Sol dure algo em torno de 26 milhões de anos e que em determinado momento a estrela atravessa a Nuvem de Oort e arremessa bilhões de asteróides e cometas para todos os lados, muitos dos quais acabam vindo para o Sistema Solar e atingindo a Terra causando assim grandes extinções da vida no planeta, como por exemplo a extinção KT que ocorreu há 65 milhões de anos.


Os Dois Sóis

O Talmud e o Zohar também revelam que, a frase "dois grandes luzeiros" alude que eles eram do mesmo tamanho, mas então, um deles foi diminuído devido ao pecado, e por isto estaria dito, no mesmo verso "o menor para governar a noite" o que levou muitos a confundir este astro celeste com a lua em seu atual estado e que ela teria sido criada assim, teoria esta que o Zohar não apoia, pois em outro lugar ele nos revela que, a Lua foi diminuída em seu tamanho, ela encolheu devido ao pecado de Adão. No livro do profeta Isaías, lemos:

"E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o SENHOR ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida (Isaías 30:26)".


O verso está aludindo que a Lua será restaurada ao seu estado estelar original e por isto "a luz do sol será sete vezes maior".


Recentemente a NASA afirmou aquilo que o Zohar já havia revelado, que a lua está encolhendo:


"Fotografias tiradas pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), enviada pela Agência Espacial Americana – NASA, ao satélite, para investigar a órbita da Lua, revelaram que a circunferência da superfície lunar contraiu pelo menos cem metros, nos últimos mil milhões de anos. A descoberta foi relatada pelo cientista Thomas Watters, do Centro de Estudos Planetários, num artigo publicado pela revista especializada «Science».

Ao amaldiçoar Meroz, o segundo sol, o anjo do Eterno a diminuiu tornando-a uma Anã Vermelha? Ou ela teria sido transformada na nossa lua? E o outro mistério que permanece é: o que teria acontecido com seus habitantes (planetas)?


Adão & os Dois Sóis
Dr. Immanuël Velikovsky

A primeira catástrofe foi a expulsão do homem da terra abençoada do Éden, um mundo, planeta que ainda não conhecemos. Não foi um único par de seres humanos, a tradição atribui a Adão a invenção de 70 línguas distintas. Anterior a este evento, o hebraico era a única língua em toda a galáxia.

A Mitologia hebraica atribui ao período anterior à expulsão de Adão diferentes condições físicas e biológicas.

O sol brilhava permanentemente sobre esta terra e no Jardim do Éden, colocado no Oriente (Qédem - que é o nome bíblico da nossa galáxia), ele estava sob os raios permanentes do amanhecer, nunca era noite. A terra não havia sido regada pela chuva, mas a névoa estava subindo da terra e caindo como o orvalho sobre as folhas. As plantas apareciam apenas para a nutrição num mundo onde tudo era bio luminescente, tudo brilhava, incluindo Adão. O homem, Adão, era de estatura muito grande. As dimensões do corpo do homem eram gigantescas. Sua aparência era diferente da dos homens posteriores. O seu corpo era coberto com uma belíssima pele translúcida. Mas o homem não cumpriu os preceitos do seu Criador e um dia veio a pecar. Como consequência, o sol escureceu no instante em que Adão se tornou culpado de desobediência. As chamas da espada giratória o aterrorizaram. Em outra agadá conta-se que a luz celestial brilhou um pouco na escuridão e em seguida cessou, para a consternação de Adão, que temia que a serpente fosse atacá-lo no escuro. A iluminação do primeiro período nunca mais voltou.

Antecipando-se à perversidade das gerações pecaminosas do dilúvio e da Torre de Babel, que eram indignos de desfrutar a bênção da luz. Deus ocultou-se, mas no mundo vindouro Ele aparecerá ao piedoso em toda a sua glória primitiva.

O céu que o homem nunca viu aparecerá diante dele novamente. O firmamento não é o mesmo que os céus do primeiro dia.

A lua era maior antes, e de repente ficou menor, "porque ela falou mal do sol". A Lua, diz a aggada, tinha inveja e desejou ser mais brilhante que o sol. De acordo com outra lenda: A terra também teve de sofrer punição.

O significado disto é que, o nosso sol era uma estrela binária, como a maioria dos outros sistemas neste universo, que de acordo com o Zohar, foi criado pela letra hebraica Beit cujo valor numérico é dois. De acordo com a NASA, a Lua continua a encolher ainda hoje, como foi explicado acima.

Uma evidencia de que a Lua pode ter sido uma estrela, menor, é claro que o Sol, é que nela é encontrado o He3 (Hélio 3). O hélio-3, abreviado por He-3, às vezes chamado em inglês de tralphium é uma forma isotópica não-radioativa do hélio com dois prótons e um nêutron no núcleo atômico. Ele é muito raro na Terra e é procurado para atividades de pesquisas sobre fusão nuclear. Acredita-se que o gás exista em abundância na Lua incorporado na camada superior do regolito pela ação de ventos solares durante bilhões de anos e nos grandes planetas gasosos do Sistema Solar deixado lá durante a nebulosa solar original, embora ainda em baixa quantidade.

Se a lua é Meroz talvez seja esta a razão dos astrônomos não terem encontrado Nêmesis, por talvez ela não seja uma Anã Marron, mas a própria lua no seu estado degenerado.

De acordo com a aggada, por causa do pecado que o pôr do sol aconteceu pela primeira vez. A primeira vez que Adam testemunhou o ocaso do sol foi apreensivo e com temores ansiosos. Toda a noite ele passou em lágrimas. Quando o dia começou a amanhecer, ele entendeu que o que ele tinha feito, e lamentou a inversão da natureza.

Também percebeu, ao mesmo tempo, que os dias começaram a se tornarem mais curtos e repetentes. E isto é contada na seguinte história: Expulsos do Jardim do Éden, Adão e Eva sentaram-se em grande sofrimento, luto e lamentações. Adam percebeu que os dias foram ficando mais curtos e temia que em breve, o mundo se escurecesse por conta de seu pecado.


Continuará...





Um comentário:

Daniel Porpino disse...

Shalom meu amigo muito interessante mesmo! !! poderia adicionar as referencias do Talmud e Zohar?

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".